Montanha

Nesse instante o universo para. Uma breve pausa para recuperar o fôlego e escrever um pouco antes de continuar a jornada através do purgatório.

Pior que o laço do suicídio é o nó na garganta de tristeza. A profunda saudade de pessoas que você ama e que estão ao seu alcance, mas ainda assim tão distantes.

Eu era como aquele canário com a perna estranha, que vivia em uma gaiola na lavanderia daquela mesma casa. Desde que ele nasceu se ouvia dizer como ele era esperto, querido e alegre. E era mesmo. Mas toda vez que eles viam aquele canário, não importava o quê, sempre havia o comentário sobre a perna.

Veja só, aquele canário nasceu com a perna estranha, ela era deslocada para o lado. Ele aprendeu a viver daquele modo, sendo quem ele era, usando a perna de outras formas e seguindo sua rotina na gaiola.

Era evidente que mesmo sendo estranha aquela perna era essencial para ele. Algo poderia ter sido feito logo quando ele nasceu mas, não agora, tão tarde. Mas eles nunca o enxergaram por ele mesmo. Sempre olhavam para ele o comparando com os canários que tinham as pernas normais e não conseguiam o aceitar daquele modo.

Ouvi isso por muito tempo e então, eles finalmente executaram aquilo que queriam. Cortaram sua perna fora.

O coitado aguentou uns poucos dias, não mais que três, e morreu. Quando confrontados sobre sua atitude eles não estavam arrependidos, pelo contrário, estavam certos de que fizeram o melhor para ele, pois aquela perna era um erro e precisava ser corrigida. Preferiram vê-lo morto, do que feliz e com sua perna estranha.

Nesse momento eu percebi que era como o canário.

Deixei tudo para trás e abracei minha gaiola. Quase tudo. Tem algo que não se consegue abandonar e esquecer. O amor, esse permanece.

Me sinto à deriva em um infinito oceano de nostalgia.

A maior fazedora de nó é a saudade. Essa que existe por culpa do amor. Mas a falta de amor é a maior fazedora de laço.

Nada é para sempre, seja a montanha.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s